Como noticiado na mídia e o que mais se fala em todas as rodas de conversa, os caminhoneiros iniciaram uma greve há quatro dias, reivindicando a baixa no diesel.

Agora um resumo sobre a greve na região do Triângulo Mineiro:

  • Em Monte Carmelo a paralisação teve inicio na quarta-feira dia 23, pela manhã. Segundo um dos caminhoneiros que é organizador da greve no município, caminhões de produtos químicos, carga viva e de produtos perecíveis tem a paralisação parcial de 3 a 4 horas. Pela manhã de hoje 24, maquinas agrícolas de produtores rurais chegaram no local da paralisação para dar apoio aos caminhoneiros. Eles estão representados pelo Sindicato Rural, assim como membros da Associação Comercial que também estão no local apoiando o movimento.
  • No km 36 da BR-050, em Araguari, os caminhoneiros fazem um ato nesta quarta-feira. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local. O tráfego está liberado para ônibus e veículos de passeio. Os veículos de carga estão sendo direcionados para posto de combustíveis às margens da rodovia.
  • Também ocorre um ato no km 85 da BR-050, em Uberlândia. A interdição é em ambos os sentidos para veículos de carga.
  • Em Uberaba, a paralisação continua nos kms 14 e 24 da AMG-2595, a antiga Avenida Filomena Cartafina. Assim como ocorreu na terça-feira (22), a manifestação é pacífica e os caminhoneiros estão parando apenas veículos de carga. O trânsito no local segue normalmente para veículos de passeio, ambulâncias e para caminhões que tem carga perecível.
  • Nesta tarde, caminhoneiros também iniciaram uma manifestação no km 176 da BR-050, em Uberaba, nos dois sentidos. Caminhões ocupam uma faixa em cada sentido. A interdição é apenas para veículos de carga. Carros e ônibus têm o tráfego liberado.
  • Há informações que estão tendo manifestações na região de Coromandel e Abadia dos Dourados.
  • Já falta combustível em alguns postos de Monte Carmelo, Uberlândia, Romaria, Estrela do Sul.
  • Iraí de Minas já não possui combustível.
Anúncios