missp33

Reprodução/Instagran

O tradicional concurso Miss Brasil, nesse ano de 2016, trouxe algumas quebras de paradigmas. Acostumados a vermos sempre candidatas brancas, loiras, morenas, esse ano o concurso contava com 6 candidatas negras, nada comparado as edições anteriores.

Mesma tendo uma população maioria negra, infelizmente por conta de diversos fatores, não temos os negros em destaque em nosso país, nem mesmo em concursos de beleza.

Entre essas seis candidatas negras, concorria pelo estado do Paraná, Raissa Santana, que foi a escolhida como Miss Brasil 2016.

Raissa Santana, de 21 anos nasceu na Bahia, mas se mudou bem nova para Umuarama, no Paraná. A bela, é estudante de Marketing e chamou atenção na entrevista com as candidatas na fase final, quando respondeu que queria ser Miss Brasil, pois queria quebrar o jejum de 30 anos.

Ela se referia aos 30 anos que a primeira e única candidata negra foi eleita Miss Brasil.

Com a vitória, Raissa se tornou a segunda Miss Brasil negra da história.

A beleza negra deve ser sim motivo de orgulho, deve ser colocada em evidência. Cada um possui sua beleza de seu modo, o importante é destacá-la, da melhor forma possível.

Raissa em suas entrevistas destacou bem isso. Quer incentivar as meninas a não se sentirem feias pelo comentário dos outros, por estarem “fora do padrão” de beleza, pelo cabelo, pelo nariz, pelos traços que as vezes são tão criticados.

Raissa veio para representar a maioria da população brasileira e também a maioria de nossas mulheres. Que leve nosso povo, nossa gente e nossa cultura com tanta simpatia que vem demonstrando.

Viva a beleza negra! Viva a mulher brasileira!

Anúncios