Imagem do Google

Hoje a noite quando aos 30 minutos do primeiro tempo, Mano Menezes, fizer uma substituição e colocar pela última vez na seleção, Ronaldo, para jogar seus últimos 15 minutos na Seleção onde conquistou tanta fama, títulos e se consagrou, estará também sendo um dos momentos mais tristes da história para os torcedores brasileiros, visto que será a despedida de um craque, um ídolo, um mito do futebol que tem a torcidade de todos os torcedores, mesmo daqueles que não torcem para os times onde atuou.

Desde criança minha geração acostumou a ouvir, a ver lances, dribles, gols geniais. Aprendemos a ser fãs dessa pessoa que além de ser um fenômeno nos campos, sempre foi um fenômeno de humildade. Aprendemos a torcer pelos times onde ele estava, foi assim quando surgiu no meu Cruzeiro, depois no PSV da Holanda, no Milan, Real Madrid, Barcelona, Corinthians..Não erámos torcedores para os times serem campeões, queríamos Ronaldo sempre campeão, sempre por cima.

Vieram as lesões, desconfianças que seu fim tava próximo, mas uma vez Ronaldo demonstrou o que é ser fenômeno, deu a volta por cima, se consagrou artilheiro da Copa logo após a lesão, foi campeão do Mundo e se consagrou como o maior artilheiro das copas do mundo.Aprendemos gritar: Roooooooooooooooooooooonaaaaaaaaaaaaaaaaalllllllldinhoooooooooooooo e foi dificil ver ele fora da seleção, aliás é dificil até hoje ver Ronaldo fora da seleção, é triste de ser aquela camisa 9 com jogadores que as vezes nem merecem estar ali e que nunca poderão dar tantas alegrias a nós como Ronaldo.
Imagem do Google
 Hoje será o término de uma longa história de amor, tristeza, alegrias, sofrimentos e principalmente emoções. Esperamos que seja uma linda despedida e quem sabe não sai um gol de Ronaldo para pela última vez, vermos uma comemoração desse gênio que para sempre habitará nossas memórias e corações.
 
#PraSempreFenômeno
“Deixa a vida me levar, vida leva eu! Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu” ♫
Anúncios